Erros no mundo corporativo e como evitá-los

Diariamente, seja no mundo corporativo ou no nosso dia a dia, cometemos erros que na maioria das vezes nem percebemos que estamos cometendo. Portanto aqui vão algumas dicas, que irão te ajudar a identificar e evitar esses errinhos.

Não seja uma pessoa teimosa

A teimosia é algo que atrapalha não apenas o nosso trabalho, mas também a forma como nos relacionamos com as pessoas. Pessoas teimosas e não maleáveis têm dificuldade de convencer as outras pessoas, mesmo quando estão corretas. Impor algo através da repetição e teimosia é ineficiente, as pessoas precisam ser convencidas. Mas como convencê-las?  

  1. Apresente dados: Faça testes, demonstre dados ou números reais, não utilize argumentos baseados apenas em hipóteses e na sua opinião emotiva. É necessário que as pessoas sejam convencidas pelo lado racional, sendo assim, apresentar uma idéia baseada em fatos, faz com as pessoas te deem mais credibilidade.
  2. Converse com um especialista ou com alguém que possui um conhecimento superior no assunto: Ouça outras opiniões sobre o assunto antes de sair impondo algo. Assim, você valida a sua ideia e também obtém aliados que te ajudarão a disseminar essa ideia. 
  3. De tempo para que sua ideia/opinião seja assimilada: Caso você tenha apresentado dados, outras pessoas concordem com você, mas mesmo assim você continua tendo problema em convencer seu time, gestor, líder… Dê um tempo para que eles pensem e processem a sua ideia.

E se por acaso você descobrir que não tinha razão, ou que sua ideia não era válida? Não tem problema! Leve isso como um aprendizado, aceite que você estava errado ou que a ideia não era tão boa quanto você pensava e siga em frente. 

Analise os perfis comportamentais das pessoas

Toda empresa é composta por pessoas que são inovadoras, pró ativas, criativas, aptas à mudanças e por outras pessoas que são completamente o oposto – fixas, firmes, que preferem um ambiente mais seguro e sem muitas mudanças. 

Essa diversidade nos perfis das pessoas pode acabar gerando conflitos. Por isso é importante que você identifique o quanto antes os perfis existentes dentro da sua equipe e também das pessoas que trabalham próximas a você. Isso te ajudará a minimizar ou evitar esses conflitos. 

Se você não sabe como analisar os perfis comportamentais, acesse o post “https://www.uniagil.com.br/faca-o-teste-das-16-personalidades/” e aprenda a realizar essa análise utilizando técnicas como o DISC ou o MBTI, por exemplo.

Utilize as ferramentas adotadas pela empresa

Verifique quais são as ferramentas utilizadas por padrão na empresa, principalmente as ferramentas relacionadas a comunicação (email, agenda…). Não perca reuniões importantes, ou o acesso à agenda do seu gestor, por exemplo, porque você não está utilizando a ferramenta adotada pela empresa.

Além disso, identifique um contato de cada área da empresa, como RH, desenvolvimento, gestão, suporte, e mantenha estes sempre em mãos, para te ajudarem sempre que necessário. 

Dica importante: Hoje, principalmente com o uso de celulares, as pessoas estão sempre conectadas. Devido a isso, é essencial que você defina os horários em que estará disponível para empresa e estabeleça limites com as pessoas. Sempre que receber mensagens fora de hora, questione a importância da solicitação ou sugira que seja conversado sobre o assunto no dia seguinte, ou em algum outro horário que seja dentro do seu horário de trabalho.

Memorize o nome das pessoas

Memorizar o nome das pessoas, faz com elas se sintam importantes em relação a você. Sempre que você tiver uma reunião, verifique quem são os participantes e se refira a eles durante a reunião pelos nomes. Isso faz com que as pessoas deem mais atenção a você e ao que você está falando.

Dê importância para os estagiários

Não subestime os estagiários ou pessoas que acabaram de entrar na empresa. Verifique de que forma eles podem ajudar e dê credibilidade a eles, não os deixando ociosos.