Advocacia

Passei na OAB e agora?

A rotina de estudos da universidade e os estudos para passar na prova da OAB foram concluídas com sucesso. Eis que chega o dia de pegar nossa identidade profissional, a vermelhinha e tão sonhada carteira da OAB, encerrando um ciclo. Porém agora, abre-se uma enorme porta de mercado em que temos que entrar, para atuar e colocar em prática tudo que aprendermos nos anos anteriores. Não que a rotina de estudos tenham terminado, mas agora o foco serão os processos e clientes que vamos atender.

Nesta nova etapa, muitos sentem uma enorme insegurança quanto ao seu futuro profissional e surgem muitas dúvidas, de como atender o cliente, abrir um escritório ou procurar vaga de associado, como e qual valor cobrar em cada processo, etc. Dúvidas essas que só serão respondidas com o passar dos anos e da prática em si.

Vou deixar 3 dicas para você iniciar e conseguir seus primeiros clientes!

Divulgue que você é advogado

Até ontem você era estudante de direito, e sua rede de relacionamentos, amigos, conhecidos e parentes, não sabem que você já é advogado e está atuando, são esses contatos que poderão indicar clientes, ou até mesmo se tornar clientes. Encontre uma forma de espalhar a notícia para que quando alguém da sua rede de relacionamento necessite de um advogado lembre-se de você imediatamente. Sempre utilize a tecnologia a seu favor.

Escolha uma área de especialização

Para que você tenha mais sucesso e clientes, o ideal é escolher a área em que você mais se identifica e focar todos seus esforços para se tornar um especialista nessa área. Por exemplo, quando estamos com dor no ouvido, com certeza procuramos um médico otorrino e não um cardiologista, e essa analogia serve também para a advocacia, em um mundo onde todos estão em busca de especialistas. Seja referência na sua área e terá muito mais clientes.

Mantenha um bom networking

Procure sempre participar de eventos que envolvem advogados, participe ativamente da OAB de sua subseção, tente entrar em alguma comissão que faça a diferença em seu município, como por exemplo se você atua na área da infância, entrar na comissão da infância da OAB e representar a instituição como membro do CMDCA municipal é uma boa ideia, assim, seu trabalho vai ser divulgado e você será rotulado como advogado por toda a sociedade e quando alguém precisar de um já vai saber quem procurar.

Leave a Reply